domingo, 25 de abril de 2010

O blogueiro

O sonho do jornalista-blogueiro é manter-se à custa do próprio blog. Não é uma tarefa fácil para quem não dispõe de estrutura para lidar com breaknews e planeja fazer uma divulgação em larga escala de seu endereço na Internet. Quando depara com essa realidade, o candidato a dono do futuro conglomerado da comunicação online volta a seu espacinho sem audiência para reflexões do tipo “a mídia sempre será dos poderosos”.

Logo o blogueiro estará revoltado com a Rede Globo, puto com Sarney, enfurecido com Rubert Murdoch e querendo matar o Ricardo Noblat. Tudo porque seus seguidores não passam de 16 e, pior, ontem eram 17. É um drama pessoal de grandes proporções que justifica até mesmo alguma paranóia. “Será que não existe uma conspiração internacional contra meu blog?” ou “o Roberto Irineu Marinho não descansa enquanto não me destruir”.

O blogueiro diletante – caso deste que vos digita – vive consultando o Google Analytcs para medir sua popularidade mundo afora. Também posta mil e um links no twitter para ver se alguém se interessa. Quase sempre sai decepcionado. Alguém abriu seu blog em Taiwan, mas foi por engano, numa dessas coincidências que ocorrem a cada três mil anos. “E aquele meu leitor do Canadá, quem será?”, indaga-se. Logo recebe um e-mail da prima que mora lá, dando uma força por pura obrigação. No caso dos leitores da França nem precisa perguntar. São três amigos em Paris. A de Nova York é uma ex-namorada e a de Barcelona, ex-colega de trabalho que você nem acha bonita.

O certo é que é difícil fazer um blog decolar. É preciso dinheiro, publicidade, marketing e você só tem grana para contratar um homem-sanduíche. Pode ser que um dia os poderosos dividam seu espaço com a gente, mas vai demorar. O blogueiro não deve – nem pode - ter pressa. Enquanto aguarda o juízo final da grande imprensa escreve para as mesmas pessoas de sempre – um grupo muito seleto que você passará a chamar de “formadores de opinião”. Nele estarão os amigos, a família e uma garota do Belenzinho que, por ser a única seguidora desconhecida, é tratada a pão-de-ló.

_lulafalcao

20 comentários:

hke>>> disse...

boa postagem ..... tenho 8 seguidores no meu blog ..... isso ja faz 4 anos ....e no google analitiques tenho entre 4 a 6 visitas por dia ........ descomfio que todas sou eu mesmo.... masssss ........ estamos ai ! :D

Ricardo Noblat disse...

Quem escreve tão bem como você, Lula, atrairá audiência mais dia menos dia. Um forte abraço. Noblat

O EDITOR disse...

Caro Lula Falcão:

O sucesso do Coturno Noturno começou com uma "canja" do Noblat, onde o Coronel surgiu como comentarista, fazendo o gênero filhote da ditadura e virando um dos personagens mais odiados pelos petistas (não sei se você é um). Tanto que fui expulso do mundo dos comentaristas pelo Moderador do Noblat e tendo que virar blogueiro. Aí aconteceram algumas coisas que derrubam um pouco a sua tese de que é preciso muito dinheiro para fazer um blog. Descobri, por exemplo, a farra dos cartões corporativos. E fui colecionando "furos". Mais recentemente denunciei os institutos de pesquisa e o assunto pegou fogo. Neste final de semana, mesmo, virei o sábado dando o tema da Norma Bengell. Acordo às seis para fazer o blog até às nove. Durante o dia, vou postando. Ou comentando na forma de post. O blog aqui vai bem, obrigado e até já daria para viver dele. Não quero. Dê uma olhadinha no Google Analytics. O Coturno Noturno é um sucesso para desespero dos petralhas. Muito bacana o teu texto. Muito bom.

Um abraço do Coronel Desconhecido.

LEN disse...

Lula, você deu um passo importante para ganhar espaço na imprensa: bajulou a "vítima" do Noblat.

Na boa, a maioria dos blogueiros critica a Globo é pela falta de profissionalismo, pela manipulação política da informação. As críticas feitas a atuação da Globo são na sua maioria basadas em fatos inquestionáveis, não dá para desqualificar como se tudo fosse recalque de blogueiro com falta de audiência né?

No mais, você escreve bem e seu blog pode decolar, é só ter paciência de esperar que seus leitores atuais tragam novos e isso vai aumentando aos poucos.

Postar links no twitter até jornalista famoso posta, então não vejo demérito nisso, mas não ajuda tanto quanto se pensa, pois muita gente dá RT no teu post e sem chegar a ler. Ajuda mais as pessoas a conhecerem melhor o que você escreve é se os teus posts são reproduzidos por outros blogueiros, principalmente em um blog conhecido como o do Noblat você vai ver como tua estatística vai bombar hoje.

No mais respeite o contraditório e não tente expulsar quem discorde das suas opiniões como o blogueiro que te recomenda, seja educado e procure responder a todos os seus comentaristas enquanto for possível, até porque quem pode se dar o luxo de ignorar comentarista é só jornalista famoso e quando não tem resposta para dar. Grande abraço e boa sorte

kuark disse...

É falsa a afirmação, pelo menos no caso do Blog do Noblat, que o blog bloqueia comentaristas por não gostar do que escrevem. Se assim fosse o blogueiro estaria jogando contra ele, pois, como você disse, um blog depende de seus leitores e, principalmente de seus comentaristas. Não há blog sem comentários.

O Blog do Noblat não expulsa, não bloqueia ninguém. É o próprio leitor/comentarista que se bloqueia ao escrever, por exemplo, o ladrão do João, o corrupto do Manuel, fulano é chefe de quadrilha e por ai vai.

Os leitores/comentaristas esquecem que o blogueiro é responsável civil e criminalmente por tudo que está escrito em seu blog, incluindo os comentários.

No mais, repito as palavras do Noblat, quem escreve tão bem como você logo terá seu trabalho reconhecido. Forte abraço,

José Luiz (moderador do Blog do Noblat e Lucia Hippolito)

Zé Carlos disse...

Não sei se isto te faz feliz ou triste, mas voce acaba de ganhar um leitor do Tocantins.

Tudo bem que qualquer coisa que o Noblat indica eu leio. Mas é um bom começo.

Lula Falcão disse...

Gente, conheço Noblat há mais de 30 anos. Somos contemporâneos. Se o comentário for mesmo dele, só posso ficar feliz.
abraços a todos

Tiago Cruz disse...

Cidadão!
Além das mazelas que você - com rara competência - descreveu, ainda tem os benditos comentários. Você abre seu blog e tem lá "01 comentário precisa ser moderado". Expectativa!
Você abre e, na maioria das vezes, é um anônimo doidão falando coisas sem nexo.
É dura a vida...
Abs,
Tiago Cruz
http://hajamuuitosaco.blogspot.com/

renata disse...

Sucesso e vida longa ao seu blog,Lula!

Jorge disse...

Lula, o problema REAL não foi apontado corretamente. Não é a culpa da mídia e sim do povo. Ou seja não são as flechas e sim o alvo.

O Caso é que o Brasil é um país de ANALFABETOS FUNCIONAIS. Poucos sabem ler. Menos pessoas sabem escrever. Escrever bem são raríssimos.

Você, pelo que li no Noblat, é um dos que sabem ler. Creio que também sabe escrever. Estarei te seguindo mais de perto...

De Sorocaba - SP, mais um companheiro de estrada à busca de sucesso no universo dos blogs que passa a te acompanhar...

Jorge

Ana disse...

Luiz Augusto:
Parabéns!
Ana Guimarães.
Recife/PE

Sukarno Cruz disse...

'Lula'..., crédo!! mesmo com este nome vou te seguir, agora vc tem 35 malucos te seguindo.

Blog Antonio Magalhães disse...

Recife falando para o mundo. Agora temos Luiz Augusto ou Lula Falcão, nome artístico, falando, acho de São Paulo, para o mundo. Vá em frente amigo. A rede não é feita só dos blogueiros de grande audiência com forte respaldo econômico.Inscrevi seu blog entre os favoritos.
Tonico Magalhães

Ricardo Noblat disse...

Bem, Lula, fiz minha parte. O resto é com vc. Mas toda vez que postar algo que julgue interessante, me mande. No endereço: noblat@uol.com.br
um abraço e sucesso. noblat

Gina disse...

Tb meu irmão com esse nome vc esperava o que? Muita gente no Brasil tem alergia a Lula, mas vamos te dar uma canja Ok? Vez em quando a gente dá uma passadinha aqui. abraços, Gina

Alberto disse...

Temas pertinentes abordados de forma simples e criativa. Já vinha acompanhando e, por puro desligamento e falta de tempo, só agora lembrei-me de te agradecer pela "desfrute" dos textos.Parabéns, Lula.

claudio versiani disse...

Fala Lula,
belo texto.
Muito bem humorado.
Sucesso!
Fiz uma nota num blog modesto que tenho por aqui.
Abraço desde Barcelona.
PS: Não precisa me apresentar a ex-colega de trabalho.

Matheus C. Amorim disse...

De nada, Lula! O texto é excelente! Por isso tomei a liberdade de copiá-lo, sem dó nem piedade, para meu blog (http://matheus-amorim.zip.net/). Desculpe fazer propaganda em seu blog, mas seu texto já diz tudo...
Grande abraço, e parabéns!

carlos disse...

Caro amigo Lula, você sempre foi o que suas palavras transmitem, um debochado, um critico que critica para ser criticado, humor sempre foi sua vinha, cara... quero que saiba que continuo seu amigo, como nos velhos tempos do conjunto IPÊ quando tocavamos violão ou batiamos aquela pelada eramos garotos ainda com sonhos e ilusões.
Forte abraço
Carlos Homci

carlos disse...

Lula gostaria que se correspondesse pelo meu email:viaserodovias@oi.com.br falaremos do passado e de negócios.
Forte abraço
Carlos Homci

Postar um comentário